Por que vitória de Thiem sobre Nadal é a melhor notícia antes de Roland Garros

Por DANIEL CASTRO

Dominic Thiem, 23, fez uma partida praticamente impecável contra Rafael Nadal, 30, nesta sexta (19) e impôs ao espanhol sua primeira derrota no saibro em 2017 (6/4, 6/3).

Após perder duas vezes para o adversário nas últimas semanas, o austríaco entrou muito ligado no jogo. Agressivo, usou o backhand cheio de spin e estava com o forehand inspiradíssimo para machucar o espanhol. Como ele afirmou após a partida, foi um dia em que várias bolas de risco entraram. Mérito da estratégia bem escolhida e executada.

Mais do que um grande resultado, que coloca Thiem pela segunda semana seguida em uma semifinal de Masters, a vitória cria expectativa para um possível reencontro entre os dois em Roland Garros. É também a melhor notícia às vésperas do torneio, com início marcado para o próximo dia 28.

Após a sequência vitoriosa de Nadal e a desistência de Roger Federer, o favoritismo do espanhol cresceu a ponto de muitos darem sua décima conquista no saibro de Paris como favas contadas.

O atual número 4 do mundo, que vinha de semanas desgastantes, ainda é muito favorito, e a derrota não deve abalar sua confiança nem prejudicar as costumeiras boas performances no piso onde é rei.

Por outro lado, o triunfo impulsiona ainda mais o bom momento de Thiem e o credencia a voos mais altos do que a semifinal obtida no ano passado. Não parece exagero dizer que o austríaco é, hoje, o segundo melhor tenista no saibro.

Ao quebrar a invencibilidade de Nadal, ele também diminuiu a fama de imbatível que o espanhol havia recuperado nesses últimos meses. Pode ter sido um resultado pontual ou a descoberta de um caminho para voltar a batê-lo outras vezes, mas certamente é uma novidade que esquenta os preparativos para o segundo Grand Slam do ano.